26

MAI

18h

BRANDOS COSTUMES

Alberto Seixas Santos
72 min

Um problema com a leitura do filme impediu-nos de ver Brandos Costumes de Alberto Seixas Santos no dia 25 de Abril. Não podemos deixar de o ver. Com argumento do próprio e de Luiza Neto Jorge e Nuno Júdice, começou a ser produzido em 1972 e estreou em 1975. Um marco do cinema português.

Ao longo deste ano propomo-nos celebrar os 50 anos de 25 de Abril com Os filmes de Abril, em cópias digitalizadas pela Cinemateca Portuguesa — Museu do Cinema. Vamos dando noticias conforme a disponibilidade das cópias.

No sítio Cinema português memoriale que o critico Jorge Leitão Ramos alimenta com uma paixão inexcedível, podemos ver encontrar informação preciosa e a recensão critica que o próprio fez na estreia do filme.

“Brandos Costumes” marca a estreia de Alberto Seixas Santos na realização. O filme acabou de ser rodado em 1974, coincidindo com a data do derrube do regime que retrata e é quase uma premonição do que estava para acontecer. Trata-se de uma reflexão política e sociológica sobre o Portugal do Estado Novo. Intercala a história de ficção de uma típica família burguesa com excertos de filmes como “Chaimite” ou “A Revolução de Maio” e com actualidades cinematográficas da época, apresentando ainda quadros musicais em tom de “revista”, uma das formas de teatro mais populares durante os anos que antecederam o 25 de Abril de 1974. PÚBLICO

Cópia digitalizada pela Cinemateca Portuguesa — Museu do Cinema.

com Cremilda Gil, Dalila Rocha, Isabel De Castro, Luís Santos, Sofia De Carvalho

POR | 1975 | M/12